Brasileiro que está indo ao Alasca com seu fusca e seu cão

15/03/2020

Influência dos "mochileiros"

Natural de Curitiba, Jesse trabalhou como vendedor em loja de roupas no badalado balneário catarinense até final de 2017. "Queria fazer algo novo e diferente, que eu lembrasse alguns anos à frente e me fizesse feliz", argumenta.

A inspiração para a viagem surgiu no Facebook, mais especificamente no grupo Mochileiros. "Encontrei vários relatos de pessoas que viajavam o mundo, sem muito dinheiro - o que, para mim, era impossível acontecer", lembra.

Três meses depois de deixar o emprego, decidiu que também seria o protagonista de uma aventura do gênero. Colocou tudo o que tinha à venda - entenda-se aí moto e alguns eletrônicos - e comprou barraca, caixa térmica, cadeira e mais alguns itens que poderia precisar pelo caminho. Tinha em mãos R$ 10 mil para começar a façanha.

A ideia era descer para Argentina, até o lugar chamado "fim do mundo". "Queria viajar, conhecendo os países, até o dinheiro acabar. E quando acabasse, trabalharia onde precisasse para seguir viajando", relata.

Leia Mais

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


Roberto Mazzei

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Alex Mali Feat Thutmose

Faded

02.

Malia

Sweetwater

03.

Yuna - ft. Usher

Crush

04.

Rimon

Suggar Coated Love

05.

wulf

keep inside

Anunciantes